Deputado Bruno Souza é finalista do Prêmio Boletim da Liberdade



O deputado estadual Bruno Souza (NOVO-SC) é finalista do 5º Prêmio Boletim da Liberdade, na categoria Parlamentar do Ano, que anualmente reconhece os esforços de quem mais atuou em defesa da liberdade no Brasil. Bruno Souza é o único catarinense e único deputado estadual na disputa que tem abrangência nacional.


Na última semana, milhares de internautas votaram e escolheram os três finalistas do 5º Prêmio Boletim da Liberdade. A votação agora segue até dia 22 de janeiro e é voltada para assinantes do veículo.


Pelas redes sociais, o deputado Bruno Souza afirmou estar honrado por estar na final e compartilhou com a equipe a vitória em mais esta etapa do Prêmio. “Sinceramente, meu trabalho não teria sido lembrado sem minha equipe que tanto admiro. Uma equipe que me apoia, sugere, realiza e me corrige! Por isso, quem foi lembrado e votado não foi eu, foi o Gabinete, uma equipe motivada pelo propósito de mudar o Brasil pelo caminho da liberdade!

Por que Bruno Souza é o deputado que mais atua em defesa da liberdade?

Desde a atuação como vereador até o mandato como deputado, Bruno Souza sempre defendeu e lutou pela liberdade para viver, tentar, inovar e empreender e tem como meta tornar Santa Catarina o estado mais livre e próspero da Nação.

Entre as ações neste sentido destacam-se:

⁃ Presidente da Frente Parlamentar do Livre Comércio e Desburocratização;

⁃ Proponente de diversos projetos que eliminaram burocracias em Santa Catarina como o fim da exigência de alvarás e licenças para mais de 300 atividades econômicas;

⁃ Atuação focada em combater aumentos de impostos;

⁃ Proponente de emendas que estão gerando mais de R$ 30 bilhões em economia de recursos públicos para Santa Catarina;

⁃ Autor do projeto de lei conhecido como Homeschooling que dá liberdade para os pais decidirem onde e como os filhos irão aprender;

⁃ Proponente do projeto que cria o Sandbox Regulatório para ampliar a liberdade para o setor de tecnologia e inovação.

Além destes, é o proponente e líder do movimento nacional pela revisão do Pacto Federativo que tem por finalidade dar autonomia para que os Estados possam legislar sobre Direito Civil, Direito Penal, águas, energia e tecnologia, diretrizes e bases da educação, e propagandas comerciais.


Para tramitar no Congresso Nacional, a PEC precisa ter o apoio de, pelo menos, 14 Assembleias Estaduais. E em 2021, a proposta avançou bastante e mais oito estados votaram a favor para reduzir a centralização do poder em Brasília e levar as decisões para Estados e Municípios.

Com Santa Catarina que aprovou a PEC em 2020 são nove estados favoráveis a lutar por mais descentralização. Em 2021, a proposta começou a tramitar nos estados do Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Bahia, Goiás, Pará e Acre. Com isso, falta pouco para a PEC tramitar no Congresso.

Boletim da Liberdade

Fundado em 2016, o Boletim da Liberdade é um veículo jornalístico que tem como missão cobrir a liberdade. Para isso, o Boletim explora, principalmente, as áreas da política, da economia e da cultura.


Entrevistas com personalidades, influenciadores, tomadores de decisão e autoridades, divulgação de projetos de lei e debate sobre temas e acontecimentos atuais com a perspectiva da liberdade são algumas das formas de atuação do veículo que está situado no Rio de Janeiro, mas tem abrangência e atuação nacional.